Modalidades de natação para academia. O que você pode oferecer de diferente?

Saiba como atrair ainda mais alunos através de atividades aquáticas.

A prática de exercícios tem se tornado cada vez mais importante na vida de milhares de pessoas e, mesmo que o Brasil ainda esteja dentre os países mais sedentários, de acordo com o ranking da OMS, as modalidades de natação podem ser um atrativo a mais.

Todos têm se preocupado com a saúde, visto que as inúmeras comorbidades são responsáveis por uma série de doenças que poderiam ter sido evitadas.

Claro que para isso, existe a necessidade de uma adaptação, englobando não só uma atividade, como também o hábito de uma alimentação saudável, hidratação e sono em dia, por exemplo.

Com as academias abertas e a todo vapor, o interesse dos gestores é ampliar cada vez mais o número de atrativos para possíveis alunos, bem como para garantir a fidelização dos antigos.

Sendo assim, uma das formas de oferecer algo que vá além do que já é de praxe, é ampliar a gama de atividades aquáticas

Modalidades de natação para academia, quais você pode implementar?

Antes de começarmos, é importante dizer que NÃO estamos falando aqui dos estilos de nado:

  • Nado livre (Crawl).
  • Nado de costas.
  • Nado peito.
  • Nado borboleta. 

Pois, na verdade, gostaríamos de trazer diferentes opções para a utilização da sua piscina, o que engloba muitas possibilidades.

Ampliar o público pode ser sinônimo de conquistar novos alunos, uma vez que você poderá impactar desde bebês até os mais idosos. Quer saber como? 

Natação para bebês e crianças

Muitas academias que contam com piscina já oferecem essa modalidade, onde os instrutores ensinam os bebês a se familiarizar com a água, bem como as crianças a nadar. 

As aulas de natação devem ser ministradas com muito cuidado e de forma lúdica, com uma observação minuciosa do progresso dos alunos.

Gincanas e atividades recreativas são sempre bem vindas, bem como a interação com os responsáveis, que estão sempre acompanhando os pequenos nas suas atividades.

Um bom planejamento é necessário para oferecer esse tipo de serviço, visto que eles precisam de muito mais atenção, cuidado e foco.

Brinquedos, jogos, brincadeiras, boias, macarrões, itens coloridos e bancadas devem estar presentes no ambiente, além de mais de um responsável, de acordo com o número de crianças.

Natação para iniciantes, jovens e adultos que não sabem nadar

Se a sua academia oferece esse tipo de abordagem, parabéns! Muitas pessoas com mais idade procuram pela oportunidade de aprender a nadar, mas nem sempre o ambiente é atrativo e acolhedor o suficiente para isso.

Algumas pessoas nesse grupo podem ter algum tipo de trauma com a água, necessitando de maior dedicação dos professores.

Sem contar que o processo de aprendizagem pode ser mais lento para uns do que para outros, o que significa um acompanhamento passo a passo para as variações de atividade.

Não basta apenas colocar o aluno dentro d’água e esperar que ele aprenda sozinho, isso não vai acontecer!

Uma boa ideia é focar em treinamentos individuais em horários previamente agendados, com o intuito de aproximar o aluno do instrutor, gerando maior confiança e identificação.

Caso exista algum tipo de pavor, é interessante trabalhar com bacias de água onde o aluno poderá treinar a respiração, sem se sentir frustrado ou em pânico dentro da piscina.

É imprescindível que ele se mantenha no raso até que possa desenvolver autonomia para nadar sozinho de fato.

Natação para concursos e competições

Alguns concursos exigem a natação em seus editais, mas muitas pessoas não têm onde treinar as modalidades.

O mesmo se dá nos casos de competições, pois por mais que o aluno já esteja capacitado para desenvolver o seu papel, ele precisa manter a atividade e o foco no resultado.

Treinamentos específicos de nado livre, costas, borboleta e peito são fundamentais para que as metas sejam alcançadas e os objetivos concluídos.

Por isso, um bom instrutor poderá dar dicas cruciais para que se saiam bem, o que devem manter ou melhorar, bem como a cronometragem de tempo.

Uma pitada de energia também pode ser o diferencial, então, para esse tipo de abordagem, escolha funcionários mais experientes e enérgicos. 

Isso poderá ser o diferencial que faltava para atrair esse público tão seleto.

Reabilitação fisioterápica

Mesmo não sendo uma forma de natação, muitos fisioterapeutas indicam atividades aquáticas para pacientes que passaram por procedimentos que exigem zero impacto nas atividades.

Os exercícios precisam ser realizados de qualquer forma, mas onde seria o melhor local para esse tipo de treino?

Na sua academia, é claro!

Inclusive, você, como gestor, pode pensar em fechar parcerias com clínicas especializadas para o encaminhamento de pacientes, bem como seus fisioterapeutas.

Dessa forma, os atendimentos e aulas poderiam acontecer de maneira agendada, quando a sua agenda estivesse com espaços a serem preenchidos. 

Hidroginástica e dança

Quem nunca viu aqueles animadores de navio não sabem o sucesso que eles fazem com públicos de diferentes idades.

A hidroginástica combina exercícios aeróbicos com a natação, o que proporciona diversos benefícios para a saúde, como:

  • Perda de peso;
  • Melhora da circulação;
  • Fortalecimento dos músculos;
  • Resistência;
  • Flexibilidade;
  • Equilíbrio.

Ideal para a terceira idade, também é bastante procurado por gestantes e pessoas que possuem algum tipo de problema na coluna ou nos joelhos, por exemplo.

Quando comparada a exercícios terrestres, é capaz de reduzir o impacto sobre articulações e apresenta menor risco de lesões.

Já no caso da dança, estamos falando de atividade física e diversão em um mesmo lugar!

Algumas academias já trabalham com salsa, merengue e cha-cha-cha em uma modalidade que nem parece exercício.

Com seu baixo impacto, é ideal para alunos que possuem problemas articulares, sendo possível a recuperação de lesões e a tonificação dos músculos.

Hidro Light

Derivada da hidroginástica, é uma atividade aquática que compreende a prática aeróbica diversificada com o acréscimo de equipamentos específicos para maior eficácia dos movimentos. 

Pode ser utilizada para a prevenção ou para a recuperação de lesões, sendo uma prática com foco em movimentar os principais grupos musculares quase ao mesmo tempo. 

Dessa forma, pode-se gastar até quatro vezes mais energia do que durante a utilização de um aparelho comum presente na academia.

Agora que você já conhece algumas modalidades, que tal escolher algumas delas (ou todas) para implementar na sua academia e se destacar em um mercado que está crescendo a cada dia?

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn

1 Comentário

  1. Muito bom sim! Já trabalho com isso à 8 anos! natação para bebês, os estilos da natação, assim como técnica e auto controle se acontecer algum imprevisto em rio, mar, hidroginástica, e hidroterapia. A procura e grande. O retorno e excelente!


Deixe um Comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

WhatsApp chat