5 Dicas para se tornar um verdadeiro treinador físico on-line

Tenha sucesso nas suas aulas

Com as mudanças que surgiram desde o ano passado, a rotina das academias nunca mais foi a mesma. Isso porque houve a necessidade de adaptação de espaço e da equipe, fazendo com que o treinador físico on-line se tornasse imprescindível para qualquer negócio.

Mesmo quando as atividades voltarem ao que estávamos acostumados, com suas adaptações obviamente, os exercícios físicos praticados em casa ainda serão uma realidade de boa parte dos brasileiros.

Muitas pessoas antes sedentárias, se comprometeram a iniciar com algumas práticas, com o objetivo de manter a saúde em dia. Enquanto aquelas que já tinham o hábito instalado, não quiseram perder o que já haviam conquistado.

Para conseguir alcançar o público, milhares de academias aderiram às aulas on-line, através de aplicativos próprios ou até mesmo plataformas gratuitas, como Instagram e YouTube, por exemplo.

Todos nós já sabemos disso e também temos a consciência de que essa nova modalidade veio para ficar, pois oferece maior liberdade aos alunos, visto que as práticas se encaixam no dia a dia do trabalho e no conforto de casa.

Para auxiliar nesse desenvolvimento, que já está acontecendo há muitos meses, separamos algumas dicas para você!

5 Dicas para se tornar um verdadeiro treinador físico on-line

Para começo de conversa, se você é um bom profissional, continuará desempenhando um excelente trabalho também na Internet.

Porém, como estamos falando de algo que vai além da estrutura que se possui em uma academia, algumas adaptações são necessárias para que os alunos sintam essa proximidade, mesmo estando na frente de um computador e/ou celular.

 

1- Faça vídeo-aulas segmentadas por interesses

É super importante ter isso em mente, pois os alunos possuem necessidades individuais e acabam pesquisando de acordo com seus objetivos finais.

Mas lembre-se de trabalhar apenas com os assuntos que você domina, pois não adianta oferecer uma aula em que a prática fuja do que realmente é.

Caso você já tenha muitos alunos participando, faça pequenas pesquisas para entender o que mais eles buscam, quais variedades podem ser interessantes e o que poderia agregar ainda mais valor à prática.

Você também pode fazer testes com mini aulas abertas, analisando a audiência de cada uma delas para montar semanas voltadas para objetivos específicos, por exemplo.

Trabalhar de forma segmentada ajuda a fidelizar seus alunos, mantendo uma audiência firme e aumentando o seu reconhecimento como autoridade no assunto.

Além de treinos para perda de peso, atividades aeróbicas, treinos funcionais, aulas de dança, yoga ou outros segmentos, use também a imaginação! 

Lembre-se de que as pessoas estão em suas casas, sem contar com o apoio dos aparelhos disponíveis no ambiente físico da academia. Então, que tal preparar uma aula criativa com a utilização de móveis e utensílios que podem ser encontrados com facilidade?

 

2- Tente não ser muito amador nos seus vídeos

Taí uma coisa complicada, um treinador físico não necessariamente tem conhecimento específico para utilizar a Internet da melhor forma possível.

Porém, atualmente, existem alguns recursos que precisam ser explorados na hora de divulgar seus trabalhos. O Reels é um bom exemplo disso!

Por mais que as suas aulas fiquem disponíveis em outras plataformas ou ambientes dentro do próprio Instagram, o Reels ajuda muito na indexação dos seus conteúdos, ampliando o engajamento do público e até mesmo atingindo mais contas.

A divulgação do seu trabalho é essencial para atrair novos visitantes e até mesmo para fidelizar os antigos, visto que eles verão o seu perfil como algo sempre atualizado.

Tente pesquisar aplicativos que facilitem as edições dos seus vídeos, bem como opte por um ambiente com uma cara mais profissional. 

Fique atento também na hora da fala, pois barulhos externos podem atrapalhar o bom entendimento da aula, inclusive, existem várias opções para legendar vídeos, o que está se tornando de praxe dentro das plataformas.

Outra dica é prestar atenção na iluminação, uma vez que ela pode escurecer muito o ambiente, não favorecendo a sua imagem.

 

3- Crie uma identidade para a sua aula

Não existe nada melhor do que um professor animado e com a energia lá em cima, isso motiva os alunos e faz com que eles queiram cada vez mais aulas.

Criar uma identidade tem a ver com colocar a sua personalidade na aula, onde você será reconhecido independente da plataforma ou do tempo de duração do vídeo. Aquele sempre será você!

Essa identidade também vale para o seu feed, seja através de cores, linguagem, capas para os vídeos e títulos que mostrem o conteúdo que seus alunos irão ver.

Perceba que há uma tela separando vocês e ela não pode fazer com que sua aula se torne fria e/ou apática. A interação ainda é super necessária, talvez até mais do que quando a aula é presencial. 

Não se esqueça de usar e abusar das redes sociais para a divulgação dos seus trabalhos!

 

4- Opte por ter aulas gratuitas, mas também treinos pagos

Ninguém vive de aparência, não é mesmo? Então não adianta ter um canal de sucesso se você não gera retorno financeiro com ele. 

Além de parcerias e outras formas de ganhar dinheiro on-line, que não entraremos em detalhes neste post, é de extrema importância que você tenha alunos pagantes. 

Isso mesmo! Que tal montar uma rede em que você possa oferecer treinos individualizados, de acordo com os objetivos de cada aluno e ainda acompanhar o desenvolvimento deles?

Ofereça um trabalho diferenciado, pois a Internet está repleta de excelentes profissionais procurando por uma chance de crescer no mercado.

Inclusive, a ACAD está com uma plataforma inteiramente grátis para que você possa disseminar suas aulas e aumentar o engajamento das suas redes, visto que o tráfego será convergido diretamente para as plataformas que você trabalha. 

5- Atenção com os seus alunos também é uma forma de fidelização

Algumas atividades necessitam de uma supervisão maior, dependendo da pessoa que irá fazê-la. Mas como controlar isso de forma on-line? Essa é uma grande questão!

Caso você trabalhe com um grupo fechado de alunos, você pode fazer uma tabela ou utilizar alguma ferramenta gratuita para listar pessoas, suas limitações, objetivos e outros detalhes necessários para acompanhar a evolução.

Preencha também uma ficha de anamnese, para que você possa conhecer de fato o seu aluno, suas limitações e possíveis patologias.

Inclusive, é importante dizer que praticar atividades físicas é seguro para a maioria das pessoas, porém, existe um questionário, o Par-Q, que poderá dizer se é necessário uma consulta médica ou uma conversa com um profissional de exercício qualificado antes de se tornar mais fisicamente ativo.

 Também fizemos um texto sobre a indicação de alguns exercícios voltados para pessoas com comorbidades, acesse aqui para complementar seus conhecimentos.

Mas e a avaliação física? Ela é muito importante para analisar a evolução do aluno, podendo ser utilizada também para a escolha dos treinos individuais. 

Através da avaliação se pode perceber as reais necessidades do aluno, levando muito mais eficiência às suas práticas.

Tente adaptar essa avaliação para que ela possa ser feita também on-line. Cada profissional tem uma maneira diferente de trabalhar, mas acreditamos que um trabalho bem feito pode garantir retornos muito mais satisfatórios.

Tais cuidados podem proporcionar ao seu aluno muito mais confiança no seu trabalho, inclusive, essa confiança também serve para você!

Pois assim, os treinos podem ser ministrados de uma forma ainda mais agradável, eficiente, segura e produtiva.

Conclusão

Sabemos que se destacar perante tantas outras pessoas fazendo a mesma coisa é difícil, porém, é preciso garra e confiança para que o trabalho seja realizado de maneira fiel ao que você acredita. 

Mantenha-se atualizado sobre as últimas tendências e procure aplicar estratégias diversas para alavancar os seus conteúdos. 

O treinador físico tem uma responsabilidade muito grande, principalmente agora, uma vez que milhares de pessoas estão precisando de apoio não só para suas atividades, mas para manter a sanidade mental. 

Isso está alinhado com a saúde, o bem-estar e a qualidade de vida. Você pode se tornar um profissional com reconhecimento e ainda auxiliar milhares de brasileiros. Isso sim é ser bem sucedido!

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn

Sem comentário ainda, deixe o seu abaixo!


Deixe um Comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

WhatsApp chat